• Fotografia
    Como tirar fotos legais com o celular
    16 set 2015
  • Decoração
    Os 5 melhores diys de decoração (vídeos)
    24 fev 2015
  • Feminice
    Meus produtos favoritos da Dresslily
    28 jan 2016
  • 25 abril 2016

    Eu não queria dizer adeus

    Vocês devem ter reparado que eu fiz um post dizendo que ia voltar e, tcharam, sumi novamente. Pois é, vou explicar o motivo disso no post de hoje.

    Bom, como eu disse no post anterior, minha gatinha Aika estava quase morrendo. E esse foi o motivo. Ela veio a falecer no dia 18/04 e eu perdi todo o ânimo com tudo, de novo. Pra quem não sabe, eu peguei a Aika na rua, quando ela era bem novinha (deveria ter umas 4 semanas) e desde então criamos um laço bem forte de muito 'amô'. 

    Eu fiquei pensando esses dias, depois que ela faleceu, o quanto nós ainda não nos acostumamos com a morte. Mesmo sabendo que ela é uma certeza e tendo entendimento dela desde quando éramos crianças, ainda não suportamos o fato de que ela existe. É difícil aceitar que a morte de quem amamos. É difícil aceitar que o que era melhor pra ela, era o pior pra mim. Difícil entender que ela tinha que partir.

    Foi estranho ver aqueles olhinhos, já sem brilho, aquela expressão de dor e seu corpinho mole. Sempre a vi feliz, correndo, fazendo bagunça e os seus olhos azuis brilhando. Queria poder voltar no tempo e aproveitar mais quando ela estava saudável e sem aquela maldita doença. 

    Sinto falta dela. Sinto falta de ver ela nos cantinhos da casa. Sinto falta de ver ela lambendo potinhos de iogurte. Sinto falta até dela jogando minhas coisas no chão com a patinha. Sinto falta de quando me pedia carinho. Sinto falta de pegá-la no colo e ficar beijando (mesmo que ela não gostasse, às vezes). Todo lugar da casa me lembra neném sapeca querendo brincar.

    A saudades que eu tenho sentido está difícil de suportar, mas por ela, eu suporto. No fundo, eu sei que foi o melhor pra ela. Ela estava sofrendo. Mesmo que não chorasse, o olhar dela demonstrava. Eu tentei de todas as formas. Eu dei comida na boca e remédio todo dia, botei fralda, cuidei até seu último suspiro, mas não foi o bastante. Já não era o bastante.


    Obrigada, Aika, por ter aparecido naquela rua, naquele instante. Obrigada pelos anos que você passou comigo sendo minha companheira. Você vai muita falta na minha vida e da nossa família. Que os anjinhos te recebam aí e que você olhe por nós, meu novo anjinho.

    Nós amamos você, Aika.

    11 comentários:

    1. Sempre quis ter um animal de estimação , mas tinha medo dessa hora chegar. Você realmente teve muita coragem, e com certeza ela tá lá no céu te vendo!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É muito ruim mesmo... Mesmo eu já tendo perdido alguns bichinhos durante a vida, sempre é difícil. :c
        Muito obrigada pelo apoio.

        Excluir
    2. Só quem ama animais compreende a dor de perder um. São mais do que simples animais, são família, são amigos. A Aika teve muita sorte em cruzar-se contigo naquela rua; ofereceste-lhe tudo o que ela merecia, desde dignidade a um abraço caloroso que tantos animais, infelizmente, continuam a não receber. Tenho a certeza que ela viveu muito bem e despediu-se tranquilamente.

      Um beijinho e muita força<3

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Chorei lendo seu comentário, Mel.
        Muitíssimo obrigada pelo apoio e pela mensagem super carinhosa. ♥

        Excluir
    3. Ai que lindo seu post, é difícil nos acostumarmos com a morte mesmo, força!!

      Nós te amamos Aika.

      http://manufloresblog.blogspot.com.br/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Muito obrigada pelo apoio, Manu! ♥

        Excluir
    4. awn que lindo , quero nem imaginar quando for as minhas :// ,foorça ai amiga <33

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Espero que as suas fiquem beeeem velhinhas ♥

        Excluir
    5. É triste quando um bichinho de estimação morre. Eu lembro quando o meu cachorro morreu, sei ate o dia, 23 de dezembro de 2007. Foi um dos piores dias da minha vida, não consegui festejar, só chorava e chorava e muita saudade. Depois de um tempo eu acabei tornando essa saudade insuportável em boas lembranças, como o seu pão com manteiga matinal, suas brincadeiras durante a madrugada, seus ataques de loucura.
      Sinto muito pela sua perda D:

      Migsprado

      ResponderExcluir
    6. Eu sei como você se sente Lay, sei muito bem! O importante é que ela está em um lugar melhor, sem sofrer. Você sabe que eu to mandando muita força pra ti nesse momento. Nós te amamos Aika! <3

      ResponderExcluir